sábado, 8 de junho de 2013

Thereza de Marzo


A distinta aviadora brasileira Tereza di Marzo

Capa da Revista ABC Ano III - n-º 108, Lisboa, 20 de Julho de 1922
(Na revista aparece escrito "Tereza di Marzo", provavelmente por assim ter soado o nome, pronunciado por  um falante do Brasil, aos ouvidos de um português ainda pouco acostumado à sonoridade do outro lado do Atlântico) 

Tereza de Marzo (São Paulo, 06/08/1903 - São Paulo, 09/02/1986)

Imagem  daqui

5 comentários:

  1. Depois de ver a imagem do diploma, chego à conclusão que o nome que consta na Wikipédia não está correcto.

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_de_Marzo

    ResponderEliminar
  2. No inicio do séc XX a ortografia tem muitas variantes. Cada um escreve mais ou menos como aprendeu e então na acentuação e gritante! Antes da triste ideia do acordo ortográfico 1990 a língua portuguesa estava muito estável e eram poucas as palavras com diferentes possíveis grafias. Quem não escrevia como devia, estava a cometer erros. Agora voltamos a selva. Há palavras que entre possíveis grafias e acentuações possíveis ficam com quatro variantes! Entretanto foi criado o termo "lusofonia" para chamar ao português! Falar português falam muitos povos, mas lusofonar só o podem fazer os lusos - quem nasceu em Cabo Verde não tem que saber o que uma morcela...

    ResponderEliminar
  3. Olha, Zé Maria, para mim tanto faz que a senhora se tenha chamado di Marzo ou de Março!

    O que interessa é que foi aviadora, uma profissão apenas destinada a homens e isso sim, foi importante. Sabes que eu quando era novita alimentei o sonho de ser paraquedista? :))

    Quando penso que uma decisão errada, fez o vento levar tudo da minha vida...! Seria tão bom podermos ter duas vidas!

    Com que então: " Falar português falam muitos povos, mas lusofonar só o podem fazer os lusos - quem nasceu em Cabo Verde não tem que saber o que é uma morcela." Eheheh

    Tens toda a razão!:))

    Beijinho!

    PS: Já venho lá de baixo, de posts anteriores.
    Bom Domingo e Feriado, Zé Maria.

    ResponderEliminar
  4. Olá, Zé Maria!

    Agora é um corrupio aqui para o teu canto!:))

    Recebi este mail e se ainda não conheces vais gostar de ver. É um vídeo passado aí para os teus lados, creio eu!


    " Reportagem no programa de tv alemão Ard Monitor.
    Legendado em português Clique em CC no canto inferior direito do vídeo para activar as legendas.

    http://www.youtube.com/watch?v=I5X9ioO9x9A

    Depois diz se conheceste alguém!

    Beijinhos.




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Nasci e fui criado em Freamunde, em 2001 fiz uma casa e vim viver para Penamaior, ambas freguesias de Paços de Ferreira. Aquele Humberto Brito que fala para entrevista é irmão do padre de Freamunde e candidato pelo PS à câmara municipal - A câmara é desde sempre do PSD. Aqui, temos na verdade a água mais cara do país! Eu. que tenho água de furo e gasto 1 metro cúbico para evitar penalizações (a quem não gasta água da companhia é cobrada uma exorbitância na taxa de saneamento por alegadamente lançar para efluentes quantidades incertas) como ia dizendo, gasto 1 m3 e pago de água e saneamento mais de €16 por mês, depois pago mais €4 de recolha de resíduos sólidos. Este negócio das águas é na verdade uma "mina de carolos" para os políticos - quando perdem o taxo na autarquia vão trabalhar para as empresas das águas ...
      Contando que esses marmanjos são gente da nossa gente, devemos pensar seriamente no tipo de gente que somos.
      Quase sempre que estou a fazer a barba, aproveito o disfarce de pai-natal para me perguntar - e tu, Zé Maria, és um homem ou um bicho? Esse hábito não me tem afastado de fazer a barba, mas lembra-me todos os dias que poderia ser bem diferente e andar por outros caminhos.
      É por isso que muitas vezes te devo parecer super-conservador. Não é que o seja, que a minha natureza é muito mais de atirar um calhau para o charco quando as águas começam a ficar muito paradas; mas esta democracia podre dos laicos laicizantes, dos progressistas que só estragam o que está feito e não têm nada para pôr no lugar, dos modernistas que achincalham a Senhora de Fátima e não saem debaixo das saias da Maya ... sabes? Agora perguntas o que é que isto que ver com o preço da água. É que tenho de pagar, sem ter comprado.
      Viva Portugal,
      Beijinhos

      Eliminar